Empreendedor: O que é e como se tornar um

Os empreendedores são a força vital da economia. Desde pequenas mercearias até startups digitais. Não importa o tamanho e o que oferecem, existem pelo menos um empreendedor por trás de todos os negócios e empresas privadas do mundo.

Exemplos de empreendedores estão em toda parte. O McDonald’s foi fundado por um empreendedor. Facebook, Coca-Cola, Microsoft, Apple… Cite uma empresa famosa e existiu um empreendedor por trás dela.

Mas para todo empreendedor que se torna um sucesso, há muitos outros que fracassam. Pesquisas apontam que 50% das empresas não passam dos primeiros cinco anos. De acordo com a revista Fortune, nove entre dez startups vai acabar fechando nesse período. Esses números podem parecer desanimadores, mas isso não significa que você nunca deve considerar o empreendedorismo para sua carreira.

Com paixão, trabalho duro, uma ótima idéia e vontade de aprender, qualquer um pode construir um negócio e se tornar um sucesso.

Antes de começar a se tornar um empreendedor, você precisa entender o que é, o que não é e o que é preciso para se tornar um empreendedor. Você também deve entender o que a educação, incluindo os cursos de empreendedorismo poderão ajudar, assim como as armadilhas que você precisa evitar.

Você acha que pode ser seu próprio patrão e abrir seu próprio caminho como empreendedor? Então vamos explorar o mundo do empreendedorismo!

O que é um empreendedor?

Um empreendedor é um termo que ouvimos muito, mas sabemos realmente o que significa? Quando pensamos em empreendedores, pensamos em empresários de todos os tipos. Restaurantes, donos de lojas de automóveis, startups digitais, fotógrafos autônomos… tudo isso pode contar como uma carreira de empreendedor.

Mas o que realmente define esse conceito?

A palavra empreendedor é uma adaptação do inglês entrepreneur, palavra que vem do francês “entreprender” que é a união entre os termos entre e preneur (inter e prehendere em latin, respectivamente), que significam reciprocidade e comprador. Ou seja, é um intermediário de negócios.

O empreendedor é uma pessoa que assume riscos e iniciativas com o lucro como objetivo.

Obviamente, ganhar dinheiro não é o único motivador para os empreendedores, mas assumir riscos, geralmente sob a forma de investimentos financeiros, é parte do desafio de todos os empreendedores.

Os empresários  estão trabalhando para construir algo que seja durável. Um dos fatores que definem um empreendedor é tomar as medidas necessárias para criar um negócio que, quando administrado adequadamente, continue gerando dinheiro enquanto ele não estiver trabalhando. Um dono de café, por exemplo, ganhará dinheiro enquanto o café estiver fazendo negócios, mesmo que ele esteja pegando as suas crianças da escola.

Freelancer ou Empreendedor?

No mundo conectado de hoje, milhões de pessoas disponibilizam suas habilidades se tornam freelancers. Eles aceitam trabalhos de acordo com a demandae trabalham em seus próprios termos, geralmente por escrito, por design ou como consultores de algum tipo. Mas os freelancers são empreendedores?

Freelancers carregam muitas das mesmas características que os empresários (falaremos sobre isso já já), mas eles não estão construindo algo que acabará por fazer um lucro enquanto dormem, tiram férias ou saem durante o dia. Enquanto os dois termos são bastante ambíguos, eles são distintos.

Pela maioria das definições, um freelancer não é um empreendedor.

Como você sabe se ser empreendedor é para você?

Como você pode saber se a vida de um empreendedor é para você? Existem alguns traços, qualidades e valores que os empresários mais bem sucedidos compartilham. Enquanto eles não garantem o sucesso, certas características empreendedoras estabelecem uma base sólida para a vida de risco e recompensa.

Em primeiro lugar, os empreendedores valorizam a independência. Eles querem ser seus próprios chefes, estabelecer sua própria rotina e administrar suas próprias vidas. São pessoas que temem a idéia de um chefe supervisionando seu trabalho, embora os empreendedores tenham centenas, milhares ou milhões de patrões – e eles são chamados de “clientes”.

Os empreendedores são auto-suficientes. Eles gostam de ser responsáveis por seu próprio sucesso e se orgulham de construir algo maior que eles mesmos.

Eles também devem ser capazes de lidar com riscos. Se o pensamento de não ser pago regularmente, deixar de vender seu produto ou simplesmente cair de cara no chão assusta e paralisa, você pode ter dificuldade em lidar com a natureza fluida do empreendedorismo.

Devido aos níveis mais elevados de risco, os empreendedores também são moderados. Apesar da cultura popular nos dizer que os empresários estão sempre tomando champanhe e viajando em iates caros, a maioria dos donos de empresas são poupadores e não gastadores.

Isto foi destaque na pesquisa do Dr. Thomas Stanley e publicado em O milionário mora ao lado: Os surpreendentes segredos dos ricaços americanos , que descobriu que a maioria dos milionários nos EUA são proprietários de pequenos negócios e tem hábitos poupadores. O livro pode precisar de certa atualização, pois foi lançado no fim dos anos 90, mas mostra a necessidade sempre importante de uma vida equilibrada como empreendedor.

Como se tornar um empreendedor

Então, o que você pode fazer para se tornar um empreendedor? Quais são os passos para se tornar um empreendedor?

Por causa dos muitos tipos de empreendedores, existem muitos caminhos diferentes que você pode seguir.

Por exemplo, o proprietário de uma empresa de entregas não faria exatamente o mesmo caminho que um decorador de interiores . Mas há alguns passos semelhantes que todos devem seguir.

Em geral, estes são os passos que você tomará para se tornar um empreendedor:

  1. Encontre sua indústria ou nicho
  2. Pesquise seu mercado
  3. Invista em Educação
  4. Desenvolva seu negócio lentamente

Etapa 1: Encontre sua indústria ou nicho

O primeiro passo mais óbvio é encontrar o seu nicho específico de trabalho. Muitas pessoas querem se tornar empreendedores, mas não sabem com que indústria se envolver.

Com frequência, seu nicho será algo com que você já trabalhou por algum tempo. Se você é carpinteiro de uma construtora local, a reforma e restauração de casas podem ser sua área. Se você trabalha em um restaurante há muitos anos, provavelmente tem uma boa compreensão de como administrar uma empresa de serviços alimentícios.

Sua experiência atual é um ótimo lugar para começar a procurar seu nicho.

Também é interessante avaliar se você tem paixão pelo seu nicho. Para ter anos de sucesso, você precisa amar o que faz. Eventualmente, o dinheiro não será um motivador suficiente para mantê-lo trabalhando de sessenta a setenta horas por semana para sustentar o negócio nos primeiros anos. Você precisará de mais do que dinheiro para mantê-lo motivado: você precisará de um propósito.

Etapa 2: Pesquise seu mercado

Você também deve pesquisar o mercado disponível, analisando a área para demanda e necessidade.

Talvez você queira abrir um bom restaurante italiano em sua cidade natal. Os outros restaurantes estão tendo sucesso? Há outros espaços para um jantar requintado na sua região? Os clientes locais podem comer em um restaurante sofisticado ou prefeririam um lugar mais aconchegante para comer? Eles até gostam de comida italiana?

Encontrar as respostas para essas perguntas será essencial para o seu sucesso a longo prazo.

Etapa 3: Invista em educação

Há um mito comum na cultura popular de que empreendedores bem-sucedidos e autônomos nunca se formam na faculdade. Os números, no entanto, não confirmam isso.

De acordo com uma equipe de pesquisadores da Duke, Akron e Sul da Califórnia, mais de 95% dos empresários em indústrias de alto crescimento têm pelo menos um diploma de bacharel.

Educação e Formação de Empreendedores

Existem três tipos de educação que você deve considerar quando olha para uma vida de empreendedor. Embora estes possam não ser essenciais para o seu trabalho, eles certamente não prejudicarão suas chances de sucesso a longo prazo.

Educação na sua área

O primeiro tipo de educação a considerar é algo diretamente relacionado ao seu campo.

Se você está procurando abrir uma loja de automóveis, você obviamente precisará de alguma educação e certificações relacionadas a carros. Se você está pensando em ser um eletricista autônomo, precisará dos treinamento corretos para entender de fiações e circuitos. Se você quiser administrar um restaurante, o treinamento em serviços de alimentação será útil. Bastante óbvio, certo?

Cursos rápidos focados em negócios e empreendedorismo

Uma vez que você tenha educação no seu setor, muitos empreendedores em potencial consideram um certificado ou diploma empresarial.

Certificados são uma ótima maneira de aprender de forma barata as habilidades necessárias para iniciar uma nova carreira rapidamente, enquanto uma graduação ou especialização fornecerão uma base de estudos gerais e cursos específicos de negócios.

Cursos mais curtos em empreendedorismo podem ser concluídos rapidamente e também são úteis para iniciar com sucesso um novo empreendimento.

Educação Superior relacionada com negócios e finanças

Todo empreendedor, de donos de cafés de estrada a startups globais, precisa ser um entendendedor de administração, finanças, impostos e outros tópicos relacionados a negócios. Você não precisa necessariamente de um mestrado em economia, mas uma base educacional nos negócios certamente ajudará.

Uma educação para o empreendedorismo pode significar um grau de conhecimento em empreendedorismo l ou uma educação empresarial mais geral que o prepare para enfrentar os desafios do dia-a-dia da carreira de um empreendedor.

Cursos relacionados a negócios:

  • Administração de Empresas
  • Gestão de negócios
  • Analista de negócios
  • Economia
  • Contabilidade
  • Marketing
  • Negócios internacionais
  • Gestão hoteleira
  • Gerenciamento de Projetos

Etapa 4: desenvolva seu negócio lentamente

Muitos aspirantes a empreendedores acham que o crescimento rápido e rápido é o sinal de um negócio de sucesso. No entanto, a maioria das empresas é construída lentamente, ao longo de anos e até décadas.

Sempre que possível, os empreendedores vão construindo lentamente, começando com a primeira venda e avançando lentamente. A construção lenta permite que você aprenda e faça ajustes antes de mergulhar de cabeça no negócio.

Lidar com novas situações proporciona um valioso treinamento em empreendedorismo no trabalho que você não obterá de nenhum diploma formal.

Em muitos casos, os empreendedores manterão seus empregos durante o dia enquanto constroem o negócio em seu tempo livre.

Quanto ganha um empreendedor?

Há dificuldade em prever ganhos para os empreendedores. No entanto, o Business News Daily , citando um estudo de 2013 da American Express OPEN, o salário médio dos empreendedores é de 68 mil dólares por ano. O estudo também descobriu que 15% dos empreendedores trabalham em um segundo emprego, o que sugere que esses empreendedores ainda estão lutando para alcançar a lucratividade.

Tentar determinar o salário de empreendedorismo é um desafio considerável. Existem muitas variáveis, incluindo investimentos, impostos, certificações, compras de produtos e servços e folha de pagamento, e qualquer uma delas pode reduzir rapidamente os ganhos de um empreendedor.

Então, embora você possa vender milhões em produtos, isso não significa que você ganhará esses mesmos milhões.

Outro problema com a previsão de salários empresariais está nas grandes diferenças nos negócios. Por exemplo, Elon Musk, fundador da PayPal, Tesla Motors e SpaceX, é um empreendedor. Os donos de um salão de beleza local também são empreendedores. Talvez os segundos tenham milhões de reais em economias e sejam muito confortáveis, mas as chances são fortes de que Musk tenha feito muito mais dinheiro do que eles nos últimos 15 anos.

Dicas para se tornar um empreendedor de sucesso

Há muitas coisas que você pode fazer para aumentar suas chances de sucesso como empreendedor.

  1. Os empreendedores precisam de muitas ferramentas, habilidades e traços para manter um negócio, e uma das coisas mais importantes que eles podem fazer é manter a positividade. Não, isso não significa só pensar com felicidade em seu caminho para um negócio de sucesso, significa manter uma atitude de pensamentos positivos, mesmo quando os tempos não estão muito amigáveis. Quando algo dá errado, uma pessoa de mente negativa se debruçaria sobre suas falhas e talvez desistisse, enquanto uma mente positiva observaria a falha para determinar o que deu errado e como consertá-la.
  2. Um bom empreendedor também estará focado em aprender e crescer, tanto do ponto de vista pessoal quanto profissional. Isso significa se manter atualizado para as certificações mais recentes, se necessário, ter aulas para melhorar as habilidades de comunicação, mentoria para manter o aprendizado de negócios ou assinar publicações do setor que fornecem informações vitais para decisões futuras. Trabalhar ativa e propositivamente para melhorar e evoluir seus esforços é um tema comum para empreendedores de sucesso.
  3. Os empreendedores devem manter as finanças pessoais e do trabalho separadas. A fim de definir orçamentos e pagar-se adequadamente, é recomendável que os empresários tenham contas bancárias separadas para o dinheiro que pertence à empresa e o dinheiro que pertence à pessoa. Isso pode parecer uma diferença trivial, mas pode afetar o modo como você trabalha e como você gasta.
  4. Outra estratégia importante é construir uma rede de apoio, tanto emocional quanto comercial. Os empreendedores têm muito com o que se preocupar e tirar algumas dessas tarefas de seus ombros pode ajudá-lo a se concentrar em administrar seus negócios. Muitos empreendedores terão um grupo de apoio que inclui um especialista contábil ou financeiro, um consultor de marketing de algum tipo e um mentor que possa fornecer aconselhamento e orientação.

Armadilhas do Empreedendorismo

Há muitas armadilhas que os empreendedores precisam evitar e, embora algumas delas sejam óbvias, algumas delas podem surgir de surpresa e arruinar seu sucesso. Essas armadilhas podem vir antes mesmo de você fazer sua primeira venda ou elas podem vir depois que você finalmente começou a construir o seu sucesso.

Praticamente em sua totalidade, os empresários bem sucedidos dirão a você para evitar dívidas sempre que possível. Alguns, como Mark Cuban, dirão a você para evitar totalmente a dívida. Segundo o empresário, se você está começando um negócio pedindo dinheiro emprestado, já está fadado ao fracasso. Outros empreendedores terão uma postura mais moderada sobre a dívida, dizendo que a dívida deve ser mantida a um mínimo.

Tornar-se um empreendedor sem dinheiro é difícil, mas altos montantes de dívida são uma armadilha para os empreendedores.

Pode parecer contra-intuitivo, mas o sucesso rápido pode ser uma armadilha para os empreendedores quando não é gerenciado adequadamente. Quando uma empresa fica muito ocupada, ela pode não conseguir processar todos os pedidos, as falhas na administração podem começar a se revelar e a comunicação pode começar a se desintegrar. O resultado? Uma queda constante na receita até o fundo cair.

Estar preparado para o sucesso com modelos de gerenciamento escalonáveis e controle de qualidade é essencial.

Outra armadilha a evitar é a dependência excessiva de uma única fonte de renda. Um bom empreendedor evitará dependência excessiva ao não permitir que um único cliente represente mais de 25% de sua renda. Se um único cliente ou cliente representa muito de suas vendas, o que acontece quando eles decidem parar de fazer negócios? Você perde uma parte significativa de sua renda.

Este conceito foi testemunhado em grande escala durante o colapso financeiro de 2008.

A American Axle fazia peças principalmente para a General Motors, com a GM representando cerca de 76% de sua renda. Depois que a montadora reduziu significativamente os pedidos, a American Axle quase foi forçada à falência.

Ter uma base de clientes diversificada pode ajudá-lo a evitar essa armadilha.

Há outras armadilhas a serem evitadas, incluindo conflito interno e alta rotatividade de funcionários, mas com boa administração, um sólido plano de negócios e suporte de qualidade, um bom empreendedor pode seguir em frente.

Ser um empreendedor é realmente arriscado?

Ser um empreendedor nunca é fácil, mas pode não ser tão arriscado quanto muitas pessoas pensam. Incluindo dias longos, fins de semana de trabalho e lidar com uma variedade de elementos inesperados, isso pode fazer com que a maioria das pessoas desista antes mesmo de começar.

Risco é muitas vezes a principal razão pela qual as pessoas evitam se tornar empreendedoras, mas considere isto: alguém que trabalha para uma empresa tem uma fonte de renda – seu empregador. Enquanto um empreendedor tem muitas fontes diferentes.

Se o empregado é demitido, ele está sem um salário, mas se um empreendedor perder um cliente, ele terá muito mais para recorrer.

Quando gerenciada adequadamente, a vida de um empreendedor pode realmente ser uma das carreiras mais seguras possíveis.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *